Agora lendo: Séries | A continuação de A Idade Dourada deixa um saboroso desejo de “Quero Mais”!

Carregando
svg
Abrir

Séries | A continuação de A Idade Dourada deixa um saboroso desejo de “Quero Mais”!

dezembro 18, 20234 Min. de Leitura


Levou bastante tempo para a segunda temporada de A Idade Dourada chegar! Mas a espera valeu a pena! O último dos oito episódios foi lançado na HBO e HBO Max no último domingo – e foi incrível!! A série ainda não está oficialmente renovada para uma terceira temporada, mas, pelas declarações dos atores, parece ser certo. Ainda bem!

A temporada apresentou várias histórias de personagens. Bertha (Carrie Coon) se envolveu no principal – a disputa entre as casas de ópera. Foi a melhor de todas, com seus bastidores políticos. E especialmente a guerra entre as famílias tradicionais e o “novo dinheiro”, que chegou a Nova York naquela época.

Outra história maravilhosa foi a de Ada (Cynthia Nixon), que finalmente encontrou o amor verdadeiro para perdê-lo tão rapidamente. Foi responsável pelos momentos mais emocionantes da temporada, especialmente aqueles que envolviam as duas irmãs. Cynthia Nixon e Christine Baranski arrasaram.

Gosto muito da personagem Marian – e Louisa Jacobson, filha de Meryl Streep, é excelente. Depois de se desapontar com seu primeiro amor, ela foi “levada” a um noivado inesperado. Mas terminou a temporada com um beijo que era extremamente esperado. Seu enredo para a terceira temporada promete.

Confesso que não gosto do personagem Oscar. O ator (Blake Ritson) não é atraente, e falta empatia com o público. Mas o final de sua história após o investimento o humanizou um pouco. Algumas histórias, apesar de interessantes, foram muito longas, o que afastou a história de A Idade Dourada dos acontecimentos de Nova York por muito tempo. O ritmo da série acabou sendo prejudicado. Foi o caso da greve que afetou a fábrica do Sr. Russell (adoro Morgan Spector), e também da viagem para o sul de Peggy (Denée Benton).

E ainda…

Entre os empregados, a melhor história ainda foi a de Jack (Ben Ahlers) e seu despertador. Mas também gostei do drama de Watson (Michael Cerveris) e sua filha. Achei ótima também a guerra entre Bertha e sua antiga assistente, Miss Turner (Kelley Curran). Foi uma reviravolta sensacional.

E é preciso destacar as participações especiais. Robert Sean Leonard foi adorável como Luke. E Nathan Lane é sempre sensacional – adoro a duplicidade do Sr. McCallister! Laura Benanti foi ótima como Susan Bane, mas seu enredo com Larry Russell (Harry Richardson) terminou de forma abrupta! Logo parecia que ela nem existia. Foi estranho.

De qualquer forma, a segunda temporada de A Idade Dourada – assim como a primeira – foi excelente. E deixou um desejo de “quero mais”. Para nos perdermos em um mundo cheio de vestidos luxuosos, romances rápidos e muitos fofocas. Torcendo muito para que a renovação venha rapidamente.


“Em um universo geek diverso e empolgante, nosso blog Geek.etc abraça avidamente as telonas, as telinhas e a cultura pop, sendo um verdadeiro amante de cinema, anime, seriados e muito mais!”
Fotos: Reprodução, Divulgação, bloghollywood, Google

Qual seu voto?

0 People voted this article. 0 Upvotes - 0 Downvotes.
Tags:#Series,
svg

O que você acha?

Mostrar comentários / Deixe um comentário

Leave a reply

svg