Agora lendo: O Team Ninja estreia o seu primeiro mundo aberto: um parque de diversões para guerreiros-espadachins.

Carregando
svg
Abrir

O Team Ninja estreia o seu primeiro mundo aberto: um parque de diversões para guerreiros-espadachins.

março 11, 20248 Min. de Leitura

O Team Ninja tornou-se conhecido pelo seu gameplay de combate sem igual. Desde Ninja Gaiden até Nioh 2, a arte de empunhar uma espada ou lança (ou qualquer outra arma mortal) é complexa e gratificante, com uma curva de aprendizado recompensadora. 

Não é surpresa que A Ascensão do Ronin, a mais nova criação do Team Ninja para o PlayStation 5, continue essa tradição, mas o jogo oferece muito mais do que apenas um combate divertido. 

O Team Ninja mergulhou de cabeça no espaço dos mundos abertos e entregou um produto único e interessante. Tive a oportunidade de jogar as primeiras horas do jogo e estou feliz em compartilhar detalhes sobre o que você pode esperar da Yokohama da era Bakumatsu.  

Um Mundo Novo

Após completar o prólogo linear, que não vou detalhar aqui para evitar spoilers, fui liberado para explorar o mundo aberto do jogo, o primeiro do Team Ninja. Armado com uma katana, um sabre de estilo ocidental, um mosquete e um corcel, percorri o caminho mais longo até Yokohama, buscando materiais, subindo em telhados para brincar com gatinhos (um dos colecionáveis do jogo) e libertando vilarejos das garras de bandidos sanguinários. A Ascensão do Ronin mantém sempre algo interessante em vista, após concluir uma atividade, já tem outra pronta para chamar a sua atenção. 

O movimentado porto de Yokohama é o centro deste mundo aberto (mais tarde, Edo e Kyoto também serão exploráveis) e é aqui que o jogo ganha vida. A Yokohama do final do século 19 é uma cidade presa entre mundos, recentemente sujeita à política americana do “gunboat diplomacy.” Isso fica evidente na mistura eclética de influências na cidade: pistolas e espadas, cartolas e kimonos, uma fusão fascinante de moradias tradicionais japonesas e imponentes edifícios de tijolo.

A vantagem é que o lugar é denso e cheio de oportunidades de exploração, e o Team Ninja oferece várias ferramentas para aproveitar a verticalidade da cidade. Escalar (ou usar um gancho) para subir em prédios e então usar um planador protótipo para planar pelos telhados é fácil. A Ascensão do Ronin me atraiu tanto por seu mundo de texturas únicas quanto pela jogabilidade afiada do combate.

Também tive um local para me hospedar na cidade, onde pude descansar, conversar e presentear meus companheiros e visitantes, além de personalizar a aparência do meu Ronin e redefinir meus pontos de habilidade livremente.

Bloquear e Contra-Atacar

Para os fãs dos clássicos de ação moderna do Team Ninja, A Ascensão do Ronin coloca uma ênfase ainda maior no duelo em si. O jogo alcança isso através dos bloqueios, chamados de Countersparks, que drenam a Ki (estamina) do seu inimigo, tornando-os vulneráveis a ataques críticos devastadores. As melhores jogadas envolvem se posicionar corretamente e contra-atacar os golpes do seu oponente, em vez de simplesmente atacar e esquivar como em outros jogos. A colisão de metal cria faíscas que adicionam um toque cinematográfico a esses duelos, juntamente com a velocidade com que você pode eliminar seus inimigos após um Counterspark. Os ataques críticos são variados e brutais, com membros decapitados e muito sangue jorrando, o que torna cada Counterspark gratificante.

Alguns detalhes adicionais do gameplay chamaram minha atenção:

●  Assassinatos sorrateiros e ataques críticos amedrontam os companheiros dos seus inimigos, reduzindo o Ki deles e tornando-os mais fáceis de derrotar. Da mesma forma, eliminar os líderes mais fortes do seu inimigo reduz o Ki dos seus soldados mais fracos.

●  O gancho pode ser usado para arremessar barris explosivos e outros objetos diretamente em seus oponentes, além de puxar arqueiros de posições de vantagem (entre outros usos).

●  Bloquear balas acende sua lâmina, dando um bônus de dano temporário aos seus ataques.

●  A Ascensão do Ronin oferece muitas opções flexíveis de abordagem de combate, seja eliminando hordas à distância ou realizando ataques furtivos em alvos mais vulneráveis. Você pode até realizar ataques surpresa do alto enquanto plana.

●  Em certas missões, você pode levar companheiros que você estabeleceu laços com. Eles atacam de forma independente, mas você também pode controlá-los se desejar.

Também tive a chance de experimentar dois dos Estilos de Combate do jogo, que são desbloqueados à medida que você progride (e aparentemente há dezenas deles). Cada Estilo de Combate tem vantagens e desvantagens contra certas armas, e você pode alternar entre eles a qualquer momento para derrotar seus inimigos.

Por último, vale mencionar que as árvores de habilidades de força, destreza e inteligência do jogo desbloqueiam novas opções de diálogo. Em um caso, consegui intimidar oficiais antes de uma luta, reduzindo sua Ki antes do confronto.

O Voo do Ronin

Minha jornada em A Ascensão do Ronin foi encerrada com uma missão de infiltração aérea em uma base, onde planava pelo ar com três companheiros para enfrentar um chefe e recuperar a câmera rudimentar do inventor Igashichi Iizuka. Essa missão climática me desafiou a usar todas as ferramentas disponíveis, lançando obstáculos do ambiente e eliminando inimigos à distância antes de enfrentar um duelo contra um brutamontes armado com uma clava. Mas antes de largar o controle, no meio do resultado sangrento da minha primeira grande batalha, arrumei um tempo para brincar com um gatinho vira-lata.

Isso é apenas uma pequena amostra da aventura que os jogadores poderão vivenciar em A Ascensão do Ronin quando o jogo for lançado para o PS5 em 22 de março de 2024.


Nosso blog Geek.etc é o verdadeiro caso de amor com tudo relacionado ao Playstation, desde os jogos incríveis até o universo cativante que envolve essa plataforma icônica.
Fotos por: Divulgação, Playstation Blog

Qual seu voto?

0 People voted this article. 0 Upvotes - 0 Downvotes.
svg

O que você acha?

Mostrar comentários / Deixe um comentário

Leave a reply

svg