Agora lendo: A Ascensão do Ronin recria o Japão da era Bakumatsu

Carregando
svg
Abrir

A Ascensão do Ronin recria o Japão da era Bakumatsu

fevereiro 9, 202415 Min. de Leitura

Com lançamento no PlayStation 5 marcado para 22 de março, A Ascensão do Ronin é um RPG de ação e mundo aberto com ênfase no combate criado pela Team Ninja, a desenvolvedora de Nioh e Ninja Gaiden. O jogo coloca você dentro de uma história passada nos dias finais do xogunato Tokugawa no Japão, conhecidos como Bakumatsu. Nessa trama, você poderá usar diversas armaduras e armas — que vão desde aquelas feitas para o combate corpo a corpo até as de longa distância, como armas de fogo e de arremesso — para jogar e lutar das formas mais variadas em combates simples, porém profundos, no papel de um ronin.

Reviva a história de três grandes cidades da era Edo no mundo aberto da Team Ninja

A trama se passa no Japão do período Bakumatsu, marcado por grandes transformações causadas pela chegada dos navios negros. Em meio a essa época caótica, a narrativa começa em Yokohama, passa para Edo (antigo nome de Tóquio) e, finalmente, chega em Quioto. Cada uma dessas três grandes cidades foi criada como um mundo aberto em que o contraste entre a recém-chegada cultura ocidental e a beleza tradicional japonesa é retratada em uma admirável riqueza de detalhes graças à tecnologia gráfica de nova geração.

Yokohama

A primeira cidade grande que o protagonista antixogunato visita é Yokohama. Na área Kannai, onde oriente e ocidente se encontram, você irá explorar lugares emblemáticos, como o consulado dos EUA, o bairro chinês, a Hospedagem Estatal de Yokohama, o farol e até mesmo os bordéis. Ao percorrer os arredores de Yokohama, você se deparará com uma série de estações ao longo da Estrada Tokaido, a rota mais importante da época no país, ligando Quioto, a capital imperial, a Edo, sede do xogunato Tokugawa.

Kannai — Yamashita

Uma área com vista para o oceano a sudeste de Kannai, sendo o penhasco e a cidade alta chamados de “Yamate” e a cidade baixa, de “Yamashita”. Conforme estabelecido pelo tratado comercial entre os EUA e o Japão, é o local do assentamento estrangeiro, onde soldados de várias nações ficam alojados. O parque Yamashita, um dos pontos turísticos mais populares atualmente, foi construído com destroços recuperados do Grande Terremoto de Kanto de 1923 e inaugurado formalmente em 1930.


Foto de Yamashita hoje em dia: O parque Yamashita, que hoje é uma atração turística, foi construído com escombros do Grande Terremoto de Kanto e inaugurado em 1930.(*)

Kannai — Motomachi

Uma área a sudeste de Kannai que teve um crescimento populacional significativo após o Porto de Yokohama ser aberto ao comércio exterior. Quem visitava o bairro chinês local podia encontrar várias bugigangas à venda e uma arquitetura única, característica da cultura chinesa, como o colorido e grandioso Templo Kanteibyo, dedicado ao antigo herói chinês Guan Yu. O templo foi reconstruído quatro vezes após ser devastado e destruído em eventos inesperados — como o Grande Terremoto de Kanto de 1923 e a Segunda Guerra Mundial — e continua a servir como o coração do bairro chinês de Yokohama.

Foto de Motomachi hoje em dia: O mausoléu de Guan Ti, símbolo do bairro chinês, foi destruído várias vezes devido ao Grande Terremoto de Kanto e à Segunda Guerra Mundial, e sua forma atual já é a quarta geração.(*)

Edo

Megalópole que serve de base para o xogunato Edo. O distrito de Kojimachi é onde a residência dos samurais circunda e protege o Castelo de Edo. Também é possível passear pelo distrito de Asakusa e encontrar o Templo Sensoji e a Ponte Azuma ou pelo distrito de Nihonbashi e conferir a famosa Ponte Nihonbashi e os estabelecimentos comerciais enfileirados. Há ainda outros distritos culturais, como o de Senzoku, onde você pode sentir a atmosfera agitada dos bordéis de Yoshihara.

Asakusa

Coração da cultura shitamachi característica da cidade e lar de lugares emblemáticos, como a Ponte Azuma e o Templo Sensoji, costuma ser retratado em xilogravuras famosas. A atmosfera agitada do local permanece até hoje, o que faz dele uma das atrações turísticas mais populares do Japão.

Foto de Asakusa hoje em dia: Asakusa continua a ser um lugar agitado como sempre e tornou-se uma das atrações turísticas japonesas mais populares.(*)

Nihonbashi

A ponte que deu origem ao nome do lugar foi construída em 1603 e marcava o ponto de partida de cinco estradas importantes. Por esse motivo, ela atraía um grande número de pessoas, contribuindo muito para a cultura popular de Edo. O local foi tema de inúmeras obras de arte, talvez a mais notável seja “As cinquenta e três estações da Tokaido”, uma série de xilogravuras criada por Utagawa Hiroshige. A Ponte Nihonbashi ainda existe, servindo de ponto de partida para a malha rodoviária do Japão.

Kyoto

Durante 1.000 anos, Quito foi o centro político e cultural da capital japonesa. O distrito de Gosho se situa ao norte de Kyoto, onde eclodiu uma rebelião contra o xogunato Tokugawa conhecida como “Incidente do Kinmon”. A oeste está o distrito de Horikawa, onde ruas estruturadas e ordenadas passam pelo Castelo de Nijo e pelo distrito de Mibu, onde fica a sede do Roshigumi, o Templo Mibudera. A leste está o distrito de Gion, onde se vêem casas de chá e lojas, e o distrito de Higashiyama, onde fica o templo Kiyomizu-dera e outros locais bem conhecidos. No entanto, você também perceberá que algumas áreas da cidade imperial perderam sua antiga glória devido à turbulência ocorrida no Bakumatsu e acabaram negligenciadas e abandonadas.

Gosho

Uma área composta pelo palácio do imperador e as mansões das famílias aristocráticas mais respeitadas. Além dos aposentos pessoais e dos dormitórios, o palácio imperial também possuía jardins luxuosos e instalações dedicadas a ritos religiosos e ao aprendizado. Por diversas vezes, foi devastado por incêndios e, então, reconstruído nos anos finais do xogunato, tendo sido usado continuamente por mais de quinhentos anos. A maioria das estruturas ainda presentes foram reconstruídas em 1855, preservando a forma original do palácio imperial nos dias de hoje.

Mibu

Uma área ao sul do Castelo de Nijo e a noroeste do Templo Nishi Honganji. No centro fica o Templo Mibu, que pertence aos budistas da seita Risshu. O nome data de centenas de anos atrás, quando era escrito com caracteres diferentes, que significavam “pântanos”. O Templo Mibudera era usado como local de treino para os membros do Shinsengumi. Hoje, estão presentes na área do templo uma estátua de bronze do comandante Kondo Isami, uma torre que guarda um pouco de seu cabelo e um túmulo para os soldados do regimento.

​​

Percorra os cenários como quiser, seja com o gancho, a cavalo ou usando o planador.

Além de correr pelas cidades e seus entornos e de nadar em rios e oceanos, você pode explorar o vasto mundo aberto do Bakumatsu japonês utilizando um gancho para se mover verticalmente, um cavalo ou, caso queira mais emoção, usando um planador.

Gancho

Você pode subir rapidamente e continuar sua travessia arremessando seu gancho em um ponto de apoio. Ele permite alcançar áreas mais altas e ainda pode ser usado em combate para agarrar os adversários.

Cavalos

Você pode chamar um cavalo usando o apito para cavalo. Atravessar longas distâncias assim é muito mais rápido e eficiente do que correr. Conforme o jogo avança, você terá acesso a mais equipamentos para montar a cavalo, além de alguns cavaloscom desempenho melhor.

Planadores

Uma vez adquirido, você poderá usá-lo para planar pelo ar quando estiver caindo de algum ponto alto. É possível voar por longas distâncias, basta mantê-lo inclinado em um certo ângulo. Ele também pode ser muito útil para se infiltrar furtivamente um território inimigo a partir de uma altura considerável.

O desenho do planador foi baseado no diagrama que Ikkansai Kunitomo fez do Abikiru. Kunimoto é um inventor e armeiro do fim do período Edo e é famoso por ter criado o primeiro telescópio refletor japonês. Acredita-se que sua invenção, o Abikiru, seja o diagrama mais antigo de um avião no Japão.

Viagem rápida entre Estandartes da Espada Secreta

Pontos para viagem rápida, ou Estandartes da Espada Secreta, estão espalhados por todos os cantos, assim você pode fazer viagens instantâneas de um estandarte a outro, desde que os estandartes estejam desbloqueados. Ao tocá-los, é possível reabastecer itens consumíveis e atualizar os membros do grupo e seus equipamentos durante uma missão. Eles também servem de porta de entrada para os jogadores em partidas no modo multijogador online.

Encontros e descobertas que ocorrerão na jornada do ronin

Ao percorrer o vasto mundo, você conhecerá moradores locais, participará de diferentes eventos e irá coletar espólios de diversas atividades desafiadoras.

Missões de base 

São missões que envolvem pessoas que abandonaram o status de samurai e adotaram vidas prósperas como fazendeiros e comerciantes. Você receberá tarefas especiais deles caso possuam um certo grau de proximidade ou tenha alguns itens específicos.

Encontros inesperados

Durante uma partida, você poderá encontrar eventos aleatórios que são chamados de Encontros inesperados. Dependendo do local onde ocorrer, o encontro não irá se repetir.

Segurança local

Derrotar bandidos melhora a segurança em áreas conturbadas. Ao contribuir para a segurança pública, você estabelecerá elos com o local e seus habitantes.

Atividades

Você irá desbloquear várias atividades em diferentes locais conforme avança pela história e irá receber recompensas variadas, de acordo com seu desempenho nelas. Para praticar, você pode visitar dojos de várias regiões e lutar contra personagens com os quais já tenha se encontrado. Outras atividades incluem: o Yabusame (tiro com arco a cavalo), o treino com armas de fogo e a coleta de gato, em que você precisa encontrar os felinos escondidos em lugares inesperados.

Pistas de obstáculos

Cada área possui espaços que não podem ser alcançados por meios convencionais. Você precisará de habilidade ao usar o gancho ou o planador para alcançar a linha de chegada, onde você encontrará uma recompensa especial — pode ser um baú de tesouro, um santuário ou um gato.

A ascensão do Ronin estará disponível para PS5 dia 22 de março.

(*) Fotos: Pixta 


Nosso blog Geek.etc se apaixona pelo universo do Playstation, mergulhando de cabeça em todas as aventuras digitais disponíveis para os gamers geeks de plantão.
Fotos por: Divulgação, Playstation Blog

Qual seu voto?

0 People voted this article. 0 Upvotes - 0 Downvotes.
svg

O que você acha?

Mostrar comentários / Deixe um comentário

Leave a reply

svg